sábado, 30 de junho de 2012

Menino de Engenho


Nome: Menino de Engenho
Autor: José Lins do Rego
Editora: José Olympio
Livro: Skoob
Sinopse:
1920, na Paraíba. Após a morte da mãe, o menino Carlinhos (Sávio Rolim) é enviado para o engenho Santa Rosa para ser criado pelo avô e pelos tios. Lá ele testemunha a chegada de um novo tempo, com o advento das modernas usinas de açúcar e as transformações econômicas e sociais pelas quais passa a produção canavieira, mudanças que irão afetar a vida de todos. Quando ele cresce e vai para o colégio, já não é mais o garoto ingênuo e inocente que chegou no engenho.

sábado, 23 de junho de 2012

Selva Brasil

Nome: Selva Brasil
Autor: Roberto de Souza Causo
Editora: Draco
Livro: Skoob
Sinopse:
"Esta é uma história alternativa que imagina como seria o Brasil vinte anos depois da invasão militar brasileira das Guianas, na Fronteira Norte, segundo os planos megalomaníacos do Presidente Jânio Quadros. Simultaneamente, a Argentina invadiu as Ilhas Malvinas, no Atlântico Sul.
Contudo, uma coalizão formada pelos países atingidos pela ação militar brasileira – Inglaterra, França e Holanda – e os Estados Unidos contra‑atacaram e empurraram os soldados brasileiros de volta, ficando com um bom pedaço da Amazônia Brasileira.
Desde então instalou-se um conflito permanente na região, com o Brasil e aliados latino-americanos lutando para retomar o território perdido e manter sob controle uma guerrilha patrocinada por aqueles países do Primeiro Mundo. É um Brasil completamente diferente do nosso, contido política e economicamente por esse conflito perpétuo, e com gerações de jovens brasileiros comprometidas com o conflito.
Amparada por uma pesquisa cuidadosa, Selva Brasil acompanha um grupo de soldados que – ao seguir para um ponto anônimo do Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa, onde devem substituir uma outra unidade do Exército Brasileiro – se depara com desertores e com um plano secreto para romper as regras de engajamento que limitam o conflito na região.
Ao mesmo tempo, esses homens são confrontados com um estranho experimento militar que, indo além dos parâmetros do seu projeto, pode ter aberto um portal entre essa realidade paralela e a nossa."

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Para Sempre

Livro: Para Sempre
Autores: Kim e Krickitt Carpenter
Editora: Novo Conceito
Livro: Skoob
Sinopse:
"A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava."

domingo, 10 de junho de 2012

Filmes #008


Título Original: Don't be afraid of the dark
Título Traduzido: Não tenha medo do escuro
Ano: 2011
Gênero: Terror
Elenco: Bailee Madison, Katie Holmes, Guy Pearce
Resenha: Antes de começar, devo admitir que eu tenho medo de certas partes desse filme até hoje. Sally é mandada por sua mãe para viver com seu pai e a namorada dele por um tempo. Totalmente emburrada, ela não aceita bem a idéia, já que preferia muito mais ficar com a mãe, e não se sentia feliz lá. Passeando pela gigantesca - sem exageros - casa, ela descobre um porão, cujo estava trancado e nem o próprio pai sabia da existência, já que tinha comprado a casa há pouco tempo. Assim como a maioria das crianças curiosas, ela acha uma lareira naquele porão, que estava lacrado, e ela consegue tirar, já que começou a ouvir vozes vindo de lá, e percebeu que havia algo estranho. Mortes repentinas de pessoas que lá trabalham, perturbam os moradores da casa, principalmente a garotinha, que além de ouvir, agora vê os donos das vozes a assombrando, principalmente quando a luz é desligada e ela se encontra numa escuridão profunda. Seu pai, desacreditando em tal ilusão da criança, não dá a mínima. Uma das piores cenas (até que dá bastante sustinho as cenas), foi a que ela vai abraçar o ursinho que lhe deram de pelúcia, ele falando 'i love you' e acaba atacando ela D: Imagina o trauma que eu tô de bichinhos de pelúcia até agora! E isso porque eu sempre fui cheia de amor com eles ):

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Gincana de Revitalização #004



Hello, hello, Hangoverianos!
Chegamos agora com a terceira prova da Gincana. A partir de agora, vamos tentar fazer a coisa um pouquinho mais rapidamente :)

domingo, 3 de junho de 2012

Livros virando filmes #004

Resolvi fazer esse post pois tenho escutado coisas que tem me deixado realmente inconformada. Estou o montando ao som de Bella's Lullaby, pois não venho para falar apenas de Jogos Vorazes, e sim de todos os livros que foram modificados para filmes. Sério mesmo que eu tenho que ouvir pessoas falando que Jogos Vorazes é simplesmente um filme de sessão da tarde? Ou ouvir essa música, tão delicada e profunda, que nos faz viajar e emocionar lembrando cada cena da história... Para depois ouvir reclamações, críticas, e xingamentos tão ofensivos sobre o vampiro brilhar, ou sobre a personagem ser tão boba, ou... Sério, chega! Eu tô cansada de ver pessoas acabando com histórias que me marcaram, simplesmente por ter uma única opinião e não se interessar em procurar afundo, ou ao menos ler o próprio livro, se baseando apenas no que viu. Ninguém, absolutamente ninguém tem o direito de julgar sem conhecer algo profundamente. E é só isso que eu tenho visto nossa geração fazer, seja em filmes, em músicas, em absolutamente QUALQUER coisa.





Eu fui ver Jogos Vorazes logo na estréia, e a princípio, na empolgação, eu acabei deixando até os erros passarem e achei completamente perfeito, super fiel ao filme. Só que depois, parando pra pensar melhor, e vendo os comentários de algumas pessoas, eu comecei a reparar em várias coisas que sim, deixaram uma história maravilhosa, bem mais pra baixo.